Bradesco lançará aplicativo para compensar cheques

O Banco Bradesco está em fase final de testes para o lançamento de um aplicativo para smartphones e tablets que permitirá a compensação de cheques usando apenas a imagem. O serviço está em fase de testes e deve ser lançado ao grande público já em 2014 ele proporcionará aos clientes mais comodidade para descontar cheques, o serviço inicialmente deve ser restrito apenas aos cheques nominais ou que tiverem atestados a destruição da folha, até lá o cheque escaneado ainda precisará chegar ao banco.
Aplicativo do Bradesco compensará cheques


Além de escanear o cheque o aplicativo também vai capturar o CMC7 (Códigos Magnéticos Codificados em 7 Barras) localizado abaixo do cheque, que é um dispositivo de segurança presente em todos os cheques, sendo um padrão de código de barras de difícil adulteração, a impressão é feita com toner magnético e por meio de códigos verificadores que estão divididos em três bandas, a numeração de cada cheque é única.

Nos Estados Unidos já existe uma regulamentação que permite o cancelamento de um cheque. No Brasil o Banco Central ainda estuda se permitira a utilização apenas do arquivo de imagem, sem precisar entregar o cheque físico ao banco.

Escaneia até dinheiro
A tecnologia utilizada no serviço tem a capacidade até de capturar a imagem do papel moeda, podendo ser cancelada no Banco Central e convertidas em dinheiro na conta do cliente. No entanto os reguladores internacionais não devem permitir o serviço pois há um receio quanto a segurança e também gera custos desnecessários ao destruir o papel moeda.

Desde 2006 o uso de cheques caiu cerca de 35% segundo um estudo do Banco Central. No entanto em 2012 foram registradas 1,44 bilhão de operações envolvendo os cheques. A maioria é para pagamento de despesas já programas como compra de imóveis, automóveis, materiais de construção, viagens e salários. A perda no mercado dos cheques se deve principalmente ao crescimento das operações do “dinheiro de plástico” através dos cartões de Crédito e Débito, que aliam segurança a praticidade no pagamento.

0 comentários:
Postar um comentário