Clonagem de cartões pode ser evitada com nova tecnologia da Física Quântica

A segurança do dinheiro de plástico é uma grande preocupação das administradoras de cartões de crédito e bancos, isso porque todos os anos milhões de reais são perdidos em fraudes financeiras, principalmente relacionadas a clonagem de cartão. A clonagem de cartões pode ser uma coisa do passado graças a um novo método de segurança que está sendo desenvolvido, trata-se da física quântica que poderá substituir os atuais chips de segurança presentes nos atuais cartões bancários.


O novo método de segurança está sendo chamado de Quantum Secure Authentication (Autenticação Quântica de Segurança), substitui a atual tarja magnética por uma tira/faixa pintada com uma tinta especial que contém milhões de nanopartículas . Com o auxílio de um laser especial, cria-se um padrão especial que poderá ser utilizado na autenticação do cartão de crédito, diferenciando-o dos demais plásticos.

O sistema é seguro e impede a clonagem pois ele é praticamente inviolável, qualquer tentativa de corromper o cartão para obter informações, causa um colapso no sistema que destrói o que estiver sendo transmitido, alterando o padrão. É como se os dados ali presentes fossem embaralhados, o que tornará praticamente impossível a clonagem.

Para entender o sistema de segurança é fácil, basta imaginar dez bolas de impacto, quando houver uma tentativa de violação do padrão de segurança, será como criar duzentos impactos separados, o que impossibilitará a descoberta do padrão, que deverá ser único para cada cartão. É possível ainda a criação de mais de um único padrão, para isso pode-se utilizar mais de uma faixa quântica, tornando o sistema ainda mais seguro.

Atualmente o método de chip dificulta a clonagem, porém ele não é 100% seguro, visto que a clonagem deste tipo de plástico tem se tornado recorrente, principalmente no Brasil. A autenticação por física quântica poderá por fim a um dos maiores crimes financeiros do mundo, a clonagem de cartões. Por enquanto não há nenhuma instituição financeira emitindo cartões com a nova tarja quântica, a ideia é que o produto ganhe a adesão das administradoras em breve, já que ele poderá proteger as financeiras de prejuízos bilionários em fraudes.

A universidade de Twente está localizada em Enschede e é a responsável por está grande descoberta.

A tecnologia já está sendo testada para utilização em outros esquemas de segurança além dos cartões de crédito, tais como, carros, proteção de patrimônio, documentos, etc.

Segundo a universidade responsável pela descoberta o novo método de segurança é barato para as administradoras, pois ele depende apenas da utilização das tecnologias já existentes, tais como, lasers e projetores para ser aplicada.

0 comentários:
Postar um comentário