Como colocar o carnê do INSS em Débito Automático

Caso contribua com o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) é comum que o pagamento seja realizado por meio dos carnês da Previdência Social, também conhecido como GPS (Guia da Previdência Social). O grande problema é que essa forma de pagamento não é nada prática, pois é necessário fazer o preenchimento manual dos dados e realizar o pagamento todos os meses.
Neste artigo ensinaremos como automatizar os pagamentos de suas contribuições ao INSS. É possível colocar a contribuição como autônomo ou profissional liberal (por conta) em débito automático no seu banco, dessa forma o pagamento será efetuado mensalmente, trimestralmente ou semestralmente – de acordo com a opção escolhida – e não há risco do segurado esquecer de contribuir com a Previdência Social / INSS.

Contribuir com o INSS é importante, mesmo que você já tenha um plano de previdência privada. Quem trabalha como autônomo ou profissional liberal fica protegido em caso de doença, além de ter direito ao salário-maternidade, auxílio-doença, aposentadoria por tempo de contribuição, doença ou por invalidez.

Quem contribui com a previdência pode deduzir o valor pago no IRPF (Imposto de Renda Pessoa Física).

Se você tem conta nos seguintes bancos é possível programar o pagamento em débito automático:

  • 001 – BANCO DO BRASIL
  • 003 – BANCO DA AMAZÔNIA
  • 033 – BANCO SANTANDER
  • 041 – BANRISUL – BANCO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL
  • 047 – BANESE – BANCO DO ESTADO DE SERGIPE
  • 104 – CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
  • 237 – BANCO BRADESCO
  • 341 – BANCO ITAÚ
  • 389 – BMB – BANCO MERCANTIL DO BRASIL
  • 399 – HSBC BANK BRASIL


COMO COLOCAR O PAGAMENTO DO INSS EM DÉBITO AUTOMÁTICO

Para colocar a contribuição da Previdência Social em débito automático é preciso fazer um cadastro na internet. Acesse o site cnis.inss.gov.br/DEBCONWeb e faça login com o seu CPF (Cadastro de Pessoa Física) e senha. Caso ainda não tenha a senha de quatro (4) dígitos do INSS, ligue no 135 ou agende seu atendimento pelo site www.previdencia.gov.br, pois a senha é obrigatória para todos que desejam ter acesso as ferramentas do CNIS (Cadastro Nacional de Informações Sociais) na internet.

Já logado no site de Autorização de Débito Automático em Conta, acesse a opção AGENDAMENTO > INSERIR, daí é só informar o banco que possui conta e, posteriormente informar os dados da agência e conta.

O NIT (Número de Inscrição do Trabalhador) será solicitado, ele tem o mesmo número do Cartão do Cidadão, PIS, NIS ou PASEP. Após informá-lo, escolha na próxima página o valor da contribuição que deseja que seja debitado de sua conta-corrente.

É possível optar por pagamentos mensais ou trimestrais. Atualmente apenas os códigos de contribuição abaixo são elegíveis para a adesão ao serviço de débito automático do INSS:


CÓDIGO
CONTRIBUIÇÃO
1007
Contribuinte Individual – Recolhimento mensal
1104
Contribuinte Individual – Recolhimento trimestral
1120
Contribuinte Individual – Recolhimento Mensal com dedução de 45%
1147
Contribuinte Individual – Recolhimento Trimestral com dedução de 45%
1163
Contribuinte Individual – Opção 11% com recolhimento mensal
1180
Contribuinte Individual – Opção 11% com recolhimento trimestral
1228
CI Trimestral Rural
1236
CI optante LC 123 Mensal Rural
1252
CI optante LC 123 Trimestral Rural
1287
CI Mensal Rural
1805
CI com direito a dedução mensal – Rural
1813
CI com direito a dedução trimestral – Rural

Após escolher o valor do benefício e confirmar a solicitação será gerado um código de autorização de débito automático. Basta levá-lo ao seu banco para concluir o cadastramento do serviço em débito automático, se preferir você pode também cadastrar-se via internet banking do seu banco, basta fornecer o código de autorização que foi gerado seguindo as instruções acima.


0 comentários:
Postar um comentário