Como funciona o Programa Empreender Mais Simples

Com taxa de juros a partir de 1,56% ao mês, Empreender Mais Simples ajudará Micro e Pequenas Empresas com linha de crédito de até R$ 8,2 bilhões em 2 anos.

Nesta semana o presidente Michel Temer lançou o programa Empreender Mais Simples, nele estão incluídas diversas ações para desburocratizar a vida das Micro e Pequenas Empresas (MPE’s) e também o acesso a uma linha de crédito, cujo empréstimo possui uma das menores taxas de juros do mercado, apenas 1,56% ao mês com prazo de carência de até 12 meses + 48 meses para pagar (4 anos), além da isenção de IOF.
Michel Temer lança programa Empreender Mais Simples (Crédito de Imagem: Charles Damasceno/Agência Sebrae)

O programa Empreender Mais Simples será gerenciado pelo Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), sendo que o valor será concedido pelo Banco do Brasil (BB). Em dois anos o governo espera liberar, no mínimo, R$ 8,2 bilhões em crédito, sendo que a média emprestada por empresa deverá ser de R$ 50 mil.

VANTAGENS DO EMPREENDER MAIS SIMPLES

  • Carência de 12 meses para começar a pagar;
  • Financiamento do empréstimo em até 48 meses (4 anos);
  • Isenção de IOF (Imposto sobre Operações Financeiras);
  • Taxa de juros mensal de 1,56%


Requisitos – Nem tudo são flores, a empresa que optar pela linha de crédito deverá se comprometer a manter os empregos. Caso a empresa tenha mais de 10 funcionários ela será ainda obrigada a contratar um Jovem Aprendiz em até seis meses após a concessão do empréstimo.

Caso tenha uma Micro ou Pequena Empresa e queira tirar um empréstimo pelo Programa Empreender Mais Simples, vá até uma agência do Sebrae e passe por uma consultoria, caso você seja qualificado para a linha de crédito será encaminhado para o Banco do Brasil, onde poderá iniciar os trâmites para a obtenção do empréstimo.

Documentos necessários: RG e CPF de todos os sócios; Contrato Social com a última atualização; Cartão CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) emitido pelo site da Receita Federal, Comprovante de endereços dos sócios; Declaração de Faturamento; 

Caso tenha um MEI (Micro Empreendedor Individual) você também poderá ter acesso a uma linha de crédito especial com juros reduzido, basta procurar o Sebrae mais próximo ou então o Banco do Popular.


0 comentários:
Postar um comentário