Cheque Administrativo – O que é e como usar?

O Cheque Administrativo é uma modalidade de pagamento ainda pouco conhecida no Brasil, ele costuma ser solicitado em compra de automóveis e imóveis, pois ele é seguro e oferece garantia de recebimento ao vendedor, que não corre o risco de ter um  “cheque sem fundos”. Além disso, o vendedor terá o comprovante de pagamento, pois para a compensação de um cheque administrativo a identificação é obrigatória.
Quem preenche e garante o pagamento do cheque administrativo é o banco emissor (divulgação)

Devido ao alto índice de clientes que pagam com cheque sem ter o valor disponível em conta, criou-se o CHEQUE ADMINISTRATIVO, que é uma forma de pagamento garantida pelo banco, ele é emitido por uma instituição financeira, após o valor ter sido retido para o pagamento (garantia).

COMO FUNCIONA O CHEQUE ADMINISTRATIVO

O correntista solicita o cheque administrativo ao banco, que faz a retenção do valor em conta, ou seja, o valor do cheque fica bloqueado em conta, sendo a garantia do pagamento. Diferentemente do cheque convencional, o administrativo é preenchido pelo próprio banco, pois ele é a garantia do pagamento.

Então, o cheque administrativo é confiável, pois ele é emitido e garantido por um banco, que fica responsável pelo pagamento do valor. A compensação do cheque poderá ser feita da mesma forma que o cheque tradicional, a única coisa que muda é a segurança, já que o cheque visado garante o pagamento ao vendedor.

É preciso ter em mãos os dados da pessoa que receberá o cheque. Se você está comprando um imóvel, é provável que já tenha um contrato de compra ou documento do vendedor em mãos. A única informação necessária é o nome completo e o CPF ou CNPJ da pessoa ou empresa para qual o pagamento se destina.

Requisitos para emissão:
  • Ter o valor do cheque administrativo em conta bancária, pois ele será bloqueado para garantia do pagamento do cheque;
  • Caso não seja correntista, é possível emitir o cheque em qualquer banco, porém é necessário levar o valor do cheque, o que não é seguro em caso de transações de alto valor;
  • Dados da pessoa que vai receber o cheque;
  • RG (ou CNH) e CPF da pessoa que vai emitir;


COMO SOLICITAR UM CHEQUE ADMINISTRATIVO

A solicitação do cheque administrativo deve ser feita junto ao banco no qual possui a quantia que vai ser utilizada para o pagamento do cheque. O cheque administrativo é emitido na hora, o próprio banco é quem fará o preenchimento.

O custo para se emitir um cheque administrativo varia muito de acordo com a instituição. Normalmente ele custa entre R$9,00 e R$30,00 e é cobrado por solicitação (folha). Devido ao alto custo, ele só deve ser utilizado para compras de alto valor, tal como, compra de uma casa, apartamento, terreno, automóvel, etc, tudo aquilo cuja quantia não possa ser paga em espécie devido ao risco.

CHEQUE ADMINISTRATIVO x TED

O cheque administrativo está caindo em desuso, pois ele vem sendo substituído pela Transferência Eletrônica Disponível (TED), uma transferência bancária cujo valor cai na conta do destinatário no mesmo dia, normalmente dentro de alguns minutos.

Além disso, a TED é muito mais fácil de enviar, pois o comprador pode fazer a transferência via internet pelo computador, celular ou tablet, basta ter acesso ao internet banking da instituição. Diferentemente do Cheque Administrativo, a TED pode ser enviada gratuitamente através de contas digitais.

Para quem não tem acesso ao internet banking ou não tem essa função liberada devido ao limite, a melhor solução é emitir um cheque administrativo ao comprador.

A compensação do cheque administrativo é feita da mesma forma que o cheque convencional, que é compensado em até três dias úteis.

0 comentários:
Postar um comentário