Como fazer a Baixa Gravame do Bradesco no Detran

Enquanto o veículo não for quitado ele fica alienado no nome do Banco, após a quitação é preciso aguardar a baixa gravame para transferi-lo para o seu nome ou para terceiros.

Ao adquirir um automóvel por meio de um financiamento ou consórcio o banco coloca uma espécie de bloqueio no veículo para impedir que o veículo seja transferido para outra pessoa até que ocorra a quitação do bem. De forma resumida, até que o veículo seja quitado ele ficará no nome do banco responsável pelo financiamento e/ou consórcio, servindo como garantia em caso de inadimplência. Nesta matéria ensinaremos como dar a Baixa Gravame do Bradesco no Detran (Departamento Estadual de Trânsito) e, dessa forma, passar o veículo para o seu nome ou de um terceiro.


O Gravame serve, basicamente, para impedir que o veículo (carro, caminhão, moto, ônibus, etc) seja transferido para terceiros, ele também coloca o bem como garantia em caso de inadimplência, pois fica no nome do banco e é inscrito no Sistema Nacional de Gravames (SNG).

O Bradesco faz parte do sistema eletrônico de Baixa Gravame, após a quitação do financiamento e/ou consórcio o banco providencia a retirada da restrição de transferência junto ao Detran em até 10 dias úteis, ou seja, você não precisará fazer nada para solicitar a baixa gravame do veículo, basta quitar e aguardar o prazo estipulado.

Após a quitação do veículo e, posterior, baixa do gravame será necessário emitir um novo documento em seu nome, ou seja, sem a identificação de financiamento pelo Banco Bradesco, isso poderá ser feito a qualquer momento ou então no ato da renovação.

Para emitir um novo CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo) é necessário, no entanto, que o veículo esteja liquidado e sem nenhuma restrição junto ao Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN), não pode ter multas e nem pendência de pagamento do IPVA e/ou DPVAT.

Caso a baixa não ocorra de forma automática será necessário entrar em contato com o Bradesco Financiamentos ou Bradesco Consórcios para descobrir o porquê a baixa do gravame não foi efetuada no prazo estipulado.

Um veículo com o Gravame Baixado pode ser comercializado normalmente, pois não haverá a restrição para transferência junto ao Detran.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leia também