Média de juros do cartão de crédito cai com redução da Selic

Redução da taxa de juros SELIC contribuiu para a redução de juros do rotativo do cartão de crédito, mas as novas regras do rotativo devem reduzir os juros ainda mais!

Acompanhando a redução taxa da Selic (Sistema Especial de Liquidação e Custódia) a média anual de juros do crédito rotativo caiu para 441,76% em Janeiro de 2017, ante 453,74% a.a praticado em Dezembro do ano passado, tal informação foi repassada pela Associação Nacional dos Executivos em Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac).

A redução apontada foi em virtude da recente redução de juros da Selic e deve derrubar ainda mais os juros nos próximos meses de acordo com a redução deste indicador. Outro fator que deve contribuir para o corte nos juros é a nova regra do crédito rotativo que deve entrar em vigor em Março, ela impede que o rotativo seja utilizado por mais de trinta dias consecutivos, após um mês o cliente deve optar por quitar o saldo devedor ou então financiar a fatura com juros menores – caso a administradora ofereça essa opção.


Indicadores favoráveis:

  • Tendência de redução da Selic;
  • Queda da inflação;
  • Novas regras do rotativo que impedem o uso do rotativo por mais de 30 dias;
  • Permissão de diferenciação de preços de acordo com a forma de pagamento – o que aumenta a concorrência e cria uma disputa entre as formas de pagamento;


O Governo Federal está empenhado em reduzir drasticamente os juros do cartão de crédito. Pela primeira vez o setor vem passando por uma série de mudanças, veja o que já foi anunciado:

  • Estabelecimentos devem receber pelas vendas em até 2 dias (e não mais 30 dias como ocorre atualmente);
  • Rotativo só poderá ser utilizado por 30 dias, depois o cliente deve quitar a fatura ou utilizar uma linha de crédito mais barata;
  • Projeto de lei quer limitar os juros do rotativo em até 2x o valor do CDI;
  • Fim da exclusividade de máquinas com bandeiras de cartões de crédito;
  • Estabelecimentos podem diferenciar o preço de acordo com a forma de pagamento;


As mudanças anunciadas são positivas, já era hora do setor ser regulado, afinal, os juros praticados atualmente são abusivos, agiotagem pura. De acordo com Douglas Teixeira, especialista em finanças: "Em Março/Abril de 2017 devemos ver uma redução drástica nos juros dos cartões de crédito assim que a nova medida que limita o uso do rotativo entrar em vigor."