Caixa lança maquininha de cartão de crédito e débito sem mensalidade

A Caixa Crescer lançou nesta terça-feira (03) no 2º Fórum Nova Favela, organizado pela Data Popular e Central Única das Favelas (Cufa) em São Paulo uma máquina de cartão de crédito e débito que tem como público-alvo os microempreendedores informais das grandes cidades do país que normalmente não utilizam os serviços bancários para realizar vendas, o evento escolhido para o lançamento do produto não poderia ser mais oportuno, já que a maioria desses negócios informais estão nas periferias. A máquina poderá ser adquirida (comprada) pelo interessado e não terá nenhum tipo de mensalidade ou taxa de adesão, o que deve estimular os empreendedores (seja ele pessoa física ou jurídica) a aceitar pagamentos com o dinheiro de plástico.
Máquinas de cartões da Caixa Crescer - Divulgação Caixa (créditos da imagem Rodrigo de Oliveira)
Inicialmente a Caixa Crescer disponibilizará dois modelos da Maquininha de Cartões Faz Crescer através de uma parceria com uma empresa especializada neste tipo de equipamento (Nexxera). O primeiro modelo é o P2, ele funciona através da conectividade com a entrada de fone de ouvido de celulares ou smartphones com sistema operacional IOS ou Android (verifique os modelos que são compatíveis), é necessário também ter o aplicativo instalado no smartphone, bem como conectividade com a internet.

O segundo modelo é a maquininha D200, que não depende de conectividade com um celular pois ela já possui toda a interface de conectividade em seu interior, não havendo inclusive a necessidade de chip de celular.

O modelo P2 é o mais simples (realiza apenas operações no Débito) e custa R$110 (cento e dez reais), já o modelo mais completo D200 (crédito e débito) será vendido por R$450,00 (quatrocentos e cinquenta reais), esses valores poderão ser parcelados no boleto bancário ou então em um Cartão de Crédito em até 12 vezes.

Segundo nota da Caixa Econômica Federal após a aquisição da maquininha o empreendedor não precisará pagar nenhuma mensalidade, haverá apenas uma taxa de R$3,49 por transação, sendo que cada venda deve demorar menos de um minuto para ser processada pelo equipamento.

O valor da venda com Cartão de Débito será depositado no dia seguinte a venda na conta bancária do microempreendedor. Já as vendas realizadas com Cartão de Crédito devem ser depositadas em até 30 dias após a transação.

Tentamos contato com a Assessoria de Imprensa da Caixa Econômica Federal para saber se haverá a cobrança de um percentual sobre as vendas (além da taxa por transação) e quais seriam as bandeiras aceitas pela “maquininha”, porém até o fechamento desta matéria não obtivemos nenhuma resposta.